Saltar para o conteúdo

Destino Lisboa

Os lugares invisíveis da escravatura

01 mai 202211h – 12h15

5 €

> 6 anos

Quando a partir de 1512, o rei D. Manuel I decidiu que Lisboa passaria a deter o monopólio do tráfico de escravos de todo o império, a cidade tornou-se um dos maiores entrepostos mundiais de comércio negreiro até 1761, ano em que este foi proibido.

Este percurso pretende tornar visíveis alguns dos lugares que marcaram a vida quotidiana da imensa população escravizada que viveu em Lisboa ao longo dos séculos.

5C1A0633BX.jpg

© José Avelar/Museu de Lisboa