Saltar para o conteúdo

Destinos do Passado e do Presente

Recuperar o navio negreiro São José na contemporaneidade 

20 mai 202215h – 17h

A conferência online será realizada em Português e Inglês

Coorganizadores: Slave Wrecks Project e Museu de Lisboa

Participação gratuita mediante inscrição obrigatória através deste formulário que deverá ser enviado para reservas@museudelisboa.pt 

O link para a sessão de zoom será enviado por email após o envio do formulário da inscrição.

Com conferencistas da equipa internacional que está a recuperar a história há muito esquecida do navio negreiro português São José Paquete D' África (propriedade de José António Pereira, comerciante de Lisboa), e que naufragou ao largo do Cabo da Boa Esperança em 1794, este simpósio mostrará como a pesquisa sobre essa história singular está a revelar o alcance social, político e económico do tráfico de escravos e o seu papel omnipresente na criação de um mundo que foi de tantas formas marcado pela escravatura naquele contexto histórico.

O painel também discutirá como a recuperação desta história questiona as historiografias que, desde longa data, minimizaram, negligenciaram e desenvolveram vários mecanismos para enquadrar o tráfico de escravos de modo a imunizar os relatos históricos em relação a um pleno reconhecimento desse passado difícil e de formas de amnésia social em correntes predominantes da memória pública.

Por fim, examinará os meios pelos quais o trabalho atual de recuperação e divulgação dessas histórias negligenciadas e suprimidas pode promover o seu reconhecimento – e novas bases para o compromisso crítico com os legados do passado que continuam a assombrar o presente.

Com base nas suas próprias experiências e trabalho em diferentes cantos do «mundo do navio São José», os conferencistas discutirão o modo como este processo se está a desenrolar em diferentes regiões ligadas por esta história, incluindo África do Sul, Moçambique, Brasil e os EUA.

Ao colocar estas experiências do Slave Wrecks Project em diálogo crítico e reflexivo com instituições nacionais e locais convocadas pelo Museu de Lisboa, o simpósio pretende fomentar a discussão que está em curso em vários lugares do mundo através de uma reflexão sobre o significado passado e presente do São José, de volta a um dos protagonistas centrais desta história: Portugal.

Raquel Machaqueiro e Stephen Lubkemann

 

Programa

I.   Abertura 

II.  Apresentação da equipa de investigação do São José e do Slave Wrecks Project
     Stephen Lubkemann

III. SWP “São José Team” – Conferencistas: Um Mergulho Profundo

1.   Ricardo Teixeira Duarte (Director, CAIRIM and Emeritus Professor at Eduardo Mondlane University), Yolanda Pinto Duarte (CAIRIM, UEM, Mozambique)
Trazer a escravatura para a História nos seus locais de origem: Inhambane, Mozambique Island, Tete (Arringa)

2.  Jaco Boshoff (Senior Curator IZIKO-Museums of South Africa, Co-Founder of SWP, and PI and Chief Archeologist-SWP São José Research Project) and Paul Tichman (Director of Collections-IZIKO Museums of South Africa). 

Dos Erros Humanos aos Direitos Humanos num local de destino acidental: Investigação Arqueológica, Gestão do Sítio Arqueológico e a história do São José na África do Sul do pós-apartheid

3.  Reinaldo Barroso, PhD Research Director NEAFRICA
Histórias Inacabadas e as Novas Conversas Sociais no local de destino não atingido do São José: Maranhão, Brasil

4. Paul Gardullo, PhD, Senior Curator and Director of the Center for the Global Study of Slavery, Smithsonian National Museum of African American History and Culture; Co-Director of the Slave Wrecks Project. 
Observações a partir de um local de destino 220 anos depois: O que uma embarcação portuguesa, carregada de escravos moçambicanos, com destino ao Brasil, tem a dizer aos americanos e outras audiências (e de como o Smithsonian o está a fazer)

5. Kamau Sadiki, "Diving With a Purpose”, SWP Int’l Leadership Team. 
Memória e Identidade como local de destino: O Impacto e Significado do São José para as Comunidades Afro-descententes da diáspora – Uma perspetiva do projeto “Mergulhar com um Objetivo” 

6. Raquel Machaqueiro, PhD SWP Post-Doctoral Fellow in Public Archeology, The George Washington University and CHAPAS, Portugal.
José António Pereira: Negociante ou Esclavagista? Esquecimento na Escrita da História e a Questão do Destino do São José na Memória Pública Portuguesa.


IV. Mesa-Redonda 

Na sequência dos conferencistas do "São José", uma mesa-redonda abordará a questão do que a história do navio "São José" poderia e deveria significar na vida intelectual e social portuguesa contemporânea e que formas de diálogo ou iniciativas com outras instituições poderiam ser mutuamente produtivas. 

Os intervenientes
Paulo Almeida Fernandes, Museu de Lisboa
José António Bettencourt, Universidade Nova Lisboa
Inês Osório, Universidade Nova de Lisboa
José Lino, Associação Batoto Yetu
Alexandre Monteiro, Universidade Nova de Lisboa


V. Debate 

Raquel Machaqueiro e Stephen Lubkemann 

Navio Negreiro Português em Cabo Frio, Rio de Janeiro, sendo perseguido pelo Navio da Marinha inglesa H.M.S. Rifleman gravura de 1837.jpg

© Direitos Reservados