Saltar para o conteúdo

Férias de Verão no Museu - julho

Vamos à água!

12 — 16 jul 202109h30 – 17h30

50 € (5 dias) ou 12,50 € (1 dia)

6 - 14 anos

Mediante marcação para reservas@museudelisboa.pt 

 

Programa esgotado. Temos novo programa de férias entre 30 de agosto e 3 de setembro.

 

Vamos à água! O que nos lembra esta frase? Férias, praia ou rio, amigos e gargalhadas, lanches saborosos, conversas, brincadeiras e tanto mais que no verão queremos fazer. A ideia é termos tudo isto, a par de boas aventuras na descoberta da nossa cidade. Vamos à água! É o desafio para saber mais sobre este recurso tão importante na nossa vida e de como ele está ligado à História de Lisboa.


12 JULHO   SEGUNDA-FEIRA

Local de início da atividade: Museu de Lisboa - Palácio Pimenta

Almoço: Jardim do Palácio Pimenta

Local de fim da atividade: Museu de Lisboa - Palácio Pimenta

Nos jardins do Museu, a semana começa com o encontro de novos e velhos amigos. Todos apresentados, partimos das “Hortas de Lisboa” (exposição temporária do Museu de Lisboa) para estes dias de aventura e descoberta. Uma manhã de jogos e de visita à “nossa” horta que nasceu no relvado, abre o apetite para o almoço e o picnic habitual. À tarde espera-nos uma “viagem no tempo” até 1147, para o encontro com o Tejo e seus afluentes. Seguimos as ribeiras para descobrir as hortas que alimentavam as pessoas e fizeram crescer a cidade.

 

13 JULHO – TERÇA-FEIRA

Local de início da atividade: Largo Adelino Amaro da Costa (Largo do Caldas)

Almoço: Jardim do Campo das Cebolas junto à Casa dos Bicos

Local de fim da atividade: Largo Adelino Amaro da Costa (Largo do Caldas)

 

Subimos até ao Museu de Lisboa–Teatro Romano para uma “Pescaria” muito animada. Que peixes se pescavam em Olisipo? Entre sardinhas, cavalas e outro pescado, falamos dos recursos da cidade e da sua vida económica e social em período romano. Descemos “à praia” e no núcleo arqueológico da Casa dos Bicos continua a nossa “pescaria”.

À tarde é tempo para um percurso entre a Casa dos Bicos e o Chafariz d’El Rei e seremos aguadeiros na Lisboa de há 500 anos. Ir buscar água ao Chafariz vai dar que pensar aos nossos “aguadeiros” habituados a ter água na torneira de sua casa. Regressados ao presente terminamos o dia com a visita à recém-inaugurada Estação Fluvial Sul e Sueste.

 

14 JULHO – QUARTA-FEIRA

Local de início da atividade: Largo Adelino Amaro da Costa (Largo do Caldas)

Almoço: Largo de Santo António 

Local de fim da atividade: Largo Adelino Amaro da Costa (Largo do Caldas)

 

Descemos até ao Museu de Lisboa-Santo António para descobrirmos mais da cidade, agora em período medieval. Há tempo para criar na oficina plástica “Aquática” – peixes, algas e outros seres do mundo aquático e com as nossas criações construir narrativas a partir das histórias dos conhecidos Milagres de Santo António relacionados com a água e o Rio Tejo.

À tarde, voltamos ao Teatro Romano para observar criações do designer Valentim Quaresma inspiradas no mundo antigo e descobrirmos como nos transformarmos em verdadeiros “deuses” numa oficina plástica de “adereços romanos”. Haveria um deus da água?

 

15 JULHO – QUINTA-FEIRA

Local de início da atividade: Museu da Água – Aqueduto das Águas Livres (Calçada da Quintinha, N.º 6, 1070-225 Lisboa)

Almoço: Claustro Museu Nacional de História Natural e da Ciência 

Local de fim da atividade: Museu Nacional de História Natural e da Ciência (R. da Escola Politécnica 56, 1250-102 Lisboa)

 

O abastecimento de água e o sistema de águas livres é à descoberta desta manhã nos espaços do Museu da Água – Aqueduto das Águas Livres e Reservatório da Mãe d´ Água, entre jogos e visitas percorremos parte da História da nossa cidade. E calcorreando parte do seu território descemos ao Museu Nacional de História Natural e da Ciência para uma visita à exposição Variações Naturais, onde descobrimos entre outras coisas, o percurso do rio desde a sua nascente na montanha até desaguar no mar. 

 

16 JULHO – SEXTA-FEIRA

Local de início da atividade: Museu de Lisboa - Palácio Pimenta

Almoço: Jardim do Palácio Pimenta

Local de fim da atividade: Museu de Lisboa - Palácio Pimenta

 

De regresso ao Palácio Pimenta, organizamos equipas para realizar o jogo e visita, “Água Vai!”, onde exploramos a importância da água na nossa vida e falamos sobre o seu uso consciente e responsável. À tarde é tempo de instalar um grande “rio” no relvado, onde as embarcações transportam tudo o que vivemos durante a semana, palavras, desenhos e muitas histórias da História de Lisboa. É possível o símbolo da cidade também aparecer por lá para não esquecermos a “Barca e os corvos” do brasão e identidade de Lisboa.

Vamos à água - Cópia.JPG

© Museu de Lisboa