Saltar para o conteúdo

Fragmento de cabeça de estátua

Século I d.C. (meados)

Mármore

MLTR.ARQ.0102

Intervenção arqueológica de 1964

Fragmento de cabeça de estátua, possivelmente masculina, que poderá ter sido uma representação do deus Apolo (deus do Sol, da razão, da música e da poesia, da beleza masculina…) ou de Dioniso (deus da natureza, do caos, da fecundidade, do êxtase, do vinho…). De um dos lados, apresenta taenia, pano ou faixa que recobre parte da cabeça. O cabelo surge distribuído em mechas, finalizando em caracóis; por baixo da fita, os cabelos caem seguindo um padrão repetitivo.

Esta peça evidencia um bom trabalho técnico, com os vários motivos bem delineados – mechas, caracóis, ondulação – como que desenhados, mas com pouca expressão volumétrica, denunciando um caráter arcaizante.

MLTR.ARQ.0102.jpg

© Museu de Lisboa

MLTR.ARQ.0102A.jpg

© Museu de Lisboa

MLTR.ARQ.0102.jpg

© Museu de Lisboa